Como empregar a vírgula corretamente?

Empregar a vírgula é uma das dúvidas que mais atormenta aqueles que estão aprendendo português. Nunca se sabe ao certo quando usá-la ou não. Infelizmente, o ensino das escolas também não costuma ajudar, já que os professores costumam dar dicas como “Quando há pausa na fala, usa-se vírgula”, e isso não ajuda em nada, pois cada um de nós, dependendo da região em que nasceu ou da idade, faz pausas diferentes na hora de falar.

Então como estudar os usos da vírgula? Quais as regras? Enfim, como empregá-la corretamente? Essas são questões tratadas no texto Aprenda definitivamente a usar a vírgula com 4 regras simples. Com ele você vai aprender de forma detalhada e descomplicada 4 casos em que a vírgula aparece:

  1. Na separação de elementos que você poderia listar.
  2. Na separação de explicações que estão no meio da frase.
  3. Na separação do lugar, tempo ou modo no início da frase.
  4. Na separação de orações independentes.

Leia o texto agora mesmo e nunca mais tenha dúvida na hora de fazer o uso correto dessa que é uma ferramenta essencial da língua portuguesa.

Você gostou deste post?


12 respostas

  • Ester

    Obrigado pela dica!!

  • natividad

    O uso da virgula para mim sempre foi um problema, procurei fazer uso da regra da pausa quando se fala, porém, eu sempre tinha dúvidas, com essa dica, quem sabe, agora vou melhorar o meu português

  • Alfonso Czapllinski

    Prezados amigos e amigas de apoio gráfico!
    Obrigado pela força das dicas e apoio orto e gráfico e imagens.
    Mas a gente aprende somente a escrever corretamente, escrevendo, quando, nunca…? Mas sempre é hora de começar a escrever bem.
    Em se falando da linguagem de português eu acho que é muito difícil escrever bem. Temos muitos professores bons do nosso Brasilsão e eu coloco-me no meio deles, que todos me perdoem!
    Mas acho que não sabemos escrever bem? Precisamos ir além?
    Falo quanto ao uso dos sinais, vírgulas, pontos, travessão, hífen, ponto de exclamação, ponto de interrogação, dois pontos, parágrafos etc.
    E além disto não conseguimos expressar as nossas idéias pela letra. Apesar de termos uma letra que mata …?
    Mata as configuração de idéias de expressões longitudinais,
    Temos uma letra que mata a nossa expressão no seu sentido alegórico.
    Mata a amplitude do seu sentido filosófico e mata a expressão alegórica em seu sentido espiritual.
    Quando escrevemos sentimos que devemos ir além do normal, Precisamos nos expressar além da matéria e da anti-matéria e não podemos?
    Sentimos dentro de nós mesmo que, a letra está matando a nossa boa idéia de expressões e visões lindas e brilhantes que temos no momento.
    Daí, tentamos escrever mas, a letra mata.
    Daí, caimos naquilo que o grande apóstolo Paulo nos falou dizendo:
    Eu quero escrever mais e me expressar melhor nas minhas grandes revelações esprituais que tenho no momento,
    Mas, eu estou sentindo que a letra esta matando as minhas idéias, e sinto que a letra me mata? e assim, a letrra é um caractere de expressão pobre ou pobre expressão?
    Por isso, precisamos usar cada vez mais os nossos recursos da video-imagem e letras caracterizadas.
    Acho que estão certos os nossos amigos chineses e orientais que, quando querem nos expressar as suas idéias, escrevem e desenham as suas idéias e expressões da letra desenhada e assim expressam melhor o sentido que está na mente e na alma humana.
    Um grande abraço a todos.

  • Leonardo

    Caramba! Não imaginei como essas dicas são tão preciosas!
    Muito obrigado!

  • Olá, professor André!
    Como é bom saber que pessoas especiais utilizam formas simples de desbloqueio de aprendizagem. Também sou docente em Língua Portuguesa e iniciarei uma específica dia 14 de fevereiro de 2011, cujo título será: “Aprenda Português! Método inovador com desbloqueio de aprendizagem.” Parabéns pelas dicas.

  • luiz claudio ricciardi oliveira

    Foi muito bom aprender essas dicas,pois não conhecia algumas delas.Gostaria de receber mais dicas se possível. Obrigado!

  • maglene ferreira nunes

    Obrigada por tudo!!

  • Ana Mary

    Parabéns! Dicas excelentes para se usar as virgulas corretas.

  • jaqueline

    ola,eu tenho maior dificuldade em falar e escrever o portugues,mas ja vi pessoas bem pior que eu.concluirr,o meu 2°grau queria fazer direito.mas a vida me faz desejar’ agora ,saber bem o portugues para que eu possa ser professora de lingua.pois falo e moro,na italia.mas o meu portugues que e bom,erro tudo.

  • Prezados colaboradores.

    Devido as minhas irresponsabilidades da juventude só estudei até a 6 serie do ensino fundamental, pois não gostava de estudar. Hoje, já bem adulto, tento escrever melhor. Mas, por não querer encarar uma sala de aula, continuo “nadando contra essas cachoeiras de informações”.
    Existem tantas regras em nossa língua que me causa um verdadeiro embaraço na hora de escrever. Exemplo: regras de ortografias, fonemas das letras G, J, S, Z, X e até mesmo o Ç. Lembrando que existem ainda os: acento tônico e acento gráfico, palavras proparoxítonas ou esdrúxulas, palavras oxítonas ou agudas, monossílabos tônico, pontuações e etc,etc,etc… Que ainda não sei o que é e como se aplicam. São tantas ordens e regras que hoje acredito, que talvez foram elas uma das responsaveis por me afastarem das escolas, pois, para passar uma informção é preciso informar a função da mesma, e, como ou quando será aplicada.
    Quero aqui agradecer a atenção pela leitura e aproveitando ao ensejo, peço-lhes que corrijam os erreos supra mencionados no texto exposto.

    Atenciosamente
    Isaac Pereira

  • Mac

    Nome próprio podemos separar com vírgulas?????? Grata, Mac

  • Luzivan

    A maioria dos nossos “queridos” professores,nao cobram dos alunos o quanto deveriam



Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer receber mais dicas de português e ainda meu livro
Como Escrever com Clareza?
Deixe seu e-mail abaixo:
Maravilha!
Verifique seu e-mail agora
Fechar

Chega de passar vergonha com ERROS DE PORTUGUÊS

Receba as dicas e macetes do prof. André Gazola em seu e-mail e nunca mais seja "O ANALFABETO" entre seus amigos.

Seu e-mail nunca será divulgado